-->

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Resenha: Para sempre

Direção: Michael Sucsy
Roteiro: Jason Katims, Abby Kohn, Marc Silverstein, Michael Sucs
Produção: Erix Arocha, Gary Barber, Roger Birnbaum, Susan Cooper, J. Miles Dale, Jonathan Glickman, Austin Hearst, Paul Taublieb
Estúdio: Sony
Trilha sonora: Michael Brook, Rachel Portman Figurino: Alex Kavanagh Fotografia: Stoffers Rogier
Montagem: Melissa Kent, Nancy Richardson Direção de Arte: Kalina Ivanov
Sinopse: Leo (Channing Tatum) fica arrasado quando um acidente de carro põe sua esposa Paige (Rachel McAdams) em coma profundo. Milagrosamente, ela se recupera, porém, os últimos cinco anos de sua memória desaparecem. De repente, Leo encontra-se casado com uma estranha que não se lembra de nada a respeito dele. Ingenuamente, Paige volta a sofrer influência dos pais controladores (Sam Neill e Jessica Lange) e se reaproxima do ex-noivo (Scott Speedman). Desesperado, Leo tenta recriar os momentos que definiram o romance deles.

Oie pessoal!! Que saudade daqui, eu sei, eu sei, eu digo isso sempre e do mesmo jeito eu fico um tempão sem aparecer. Mas é tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo e eu não consigo conciliar tudo ao mesmo tempo. Tenho tantos posts inacabados, tantos filmes que assisti e uns 2 livros que terminei depois do último post. Enfim... mas aqui estou eu novamente pedindo desculpas.

Assisti e gostaria de recomendar o filme “Para Sempre”. É uma daquelas histórias emocionantes que faz você querer acreditar no amor verdadeiro e eterno. O filme inspirado em uma história real, assim como o livro de mesmo nome, começa quando Leo e Paige sofrem um acidente de carro e ela por causa de um traumatismo craniano perde parte da memória e esquece que é casada com Leo, ou que um dia o conheceu.
Após isso, Paige tenta saber quem ela é de verdade e preencher a lacuna que ficou após o acidente. Enquanto Leo quer reconquistar sua esposa para que eles possam retomar de onde pararam.

Com o traumatismo e sem lembrar-se dos últimos 5 anos de sua vida, Paige tem de volta ao seu lado seus pais a influenciando, com quem ela não falava há anos e surge de volta em sua vida também um ex-namorado de quem Leo não gosta. Ela então fica dividida entre o que ela sabe e os outros contam para ela.
O marido não acredita que sua esposa volte a recobrar a memória, mas quer reconquistá-la, e tenta de tudo, lhe mostra como eles se conheceram e algumas coisas que eles costumavam fazer.


Eu pessoalmente antes de assistir ao filme e depois de ler a primeira resenha, esperava algo mais romântico e um pouco mais dramático. Mesmo assim gostei bastante do que assisti, são 1h e 40 min de cenas que se desenrolam rápido e antes que você se dê conta o filme acaba.

Eu adorei a forma como Leo levou a história, como ele se esforçou para ajuda-la apesar dela não cooperar. Gostei de como ele foi compreensivo, mesmo sofrendo, e eu provavelmente me apaixonaria por ele de novo se estivesse no lugar dela. Mas por parte dela, achei que faltou emoção (em alguns momentos quase quis bater nela), porém nada que estragasse o clima.

Amo o Channing Tatum em qualquer papel que ele já interpretou. E mais uma vez se encaixou perfeitamente no papel, encantando em cada cena, só devo elogios ao ator. O filme é leve, bonito e sem sobressaltos, calmo. Gostei e recomendo a todos que gostam de alguns minutos de simples romance.

Para quem quiser assistir ao trailer:


Por hoje é só meus amores. Beeijoo e espero poder voltar em breve.

Fonte: Cine Click

6 comentários:

  1. Eu nunca assisti ao filme, mas lembro-me que li o livro ano passado -eu acho.
    não é meu estilo favorito, e tudo o mais.
    Mas não achei um livro ruim.
    Não tenho mais o livro, pois troquei com um amigo, mas pra quem gosta de romances mais doces... recomendo hihi

    http://incriativos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olha, comparado com o livro, eu achei o filme muito romântico e muito meloso! hahaha
    Eu gostei mesmo foi da química entre o Chaning e a Rachel. Eles fizeram um casal muito legal. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Olá! Eu li ao livro, mas confesso que ainda não vi o filme ainda! Acho que vou gostar já que adoro os atores!

    Seu blog está lindo, viu? Estou seguindo e pretendo voltar sempre.
    Beijos,
    Leitora Online

    ResponderExcluir
  4. Oi Grazy, eu decidi assistir a esse filme depois de ter lido o livro. Os dois são bem diferentes, como já era de se esperar e eu gostei bem mais do filme do que do livro. Muito lindo e fofo.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Grazy! Assisti ao filme assim que terminei a leitura do livro e, nossa, ameeeei a adaptação! As cenas são todas lindas e eu chorei vááárias vezes! Ao contrário de boa parte, sou fascinada por adaptações cinematográficas. Amo mesmo <3 hahahaha
    Adorei seus comentários, me deixou com uma super vontade de assistir novamente!

    Beijinhos! www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  6. Li apenas o livro e gostei muito, achei bem emocionante o amor deles, principalmente da parte do Kim :)
    boa semana
    ;*

    Red Behavior

    ResponderExcluir

Comente! Mas por favor, não deixe de ler o post. Isso é muito importante.
Você pode deixar o endereço do blog, de preferencia da seguinte forma,
ex: meusantidotos (blogspot) ou meusantidotos (hospedagem), assim evitaremos que o blogger reconheça como spam.
Ficarei feliz em retribuir a visita. Volte sempre.
x.o.x.o