-->

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

O Segredo de Emma Corrigan - Sophie Kinsella

Oi amores!!! Estou de Férias! Ou quase isso... E nessa época de semi-férias eu estou podendo colocar minhas leituras em dia, e isso me deixa bastante satisfeita. Então hoje é dia de falar de livro, e um livro que eu amei muito ler: O Segredo de Emma Corrigan, da Sophie Kinsella. Para começar, eu amo chick-lit e amo os livros da Sophie, pelo menos todos os que já li.

Autora: Sophie Kinsella
ISBN: 9788501069573
Ano: 2005
Páginas: 384
Gênero: Chick-lit
Editora: Record
Sinopse: Em O Segredo de Emma Corrigan , Sophie Kinsella segue a receita que fez da série Os delírios de consumo de Becky Bloom sucesso de público - foram mais de 35 mil exemplares vendidos só no Brasil - e crítica. Com humor e muito charme, ela nos apresenta a Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real.
Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.


Emma Corrigan trabalha no setor de marketing de uma grande empresa de bebida para esportistas, a Panther Corporation. Emma é escalada para participar de uma reunião da empresa com um parceiro na Escócia e acaba estragando tudo. Na volta para casa, uma aeromoça vendo como o dia de Emma vai de mal a pior a coloca na classe executiva do avião. Durante uma turbulência, Emma apavorada conta todos os seus segredos (inclusive os mais íntimos) para o estranho ao seu lado. O que ela não sabe é que o cara do lado é seu chefe, o dono da empresa, até o dia seguinte, quando o cara que ela pensou que nunca mais veria na vida aparece em seu escritório.

Mas algumas vezes a gente pode pensar demais nas coisas. Sabe, às vezes é melhor se deixar levar e ver o que acontece.

Emma, no entanto, não é a única de guarda segredos, o seu chefe Jack, que ouviu suas confissões também tem um segredo e precisa que Emma o guarde. E assim começa uma relação confusa entre Emma e Jack.  Jack a conhece melhor do que qualquer um, apesar do pouco tempo que passaram juntos, e as coisas que ele diz a ela a faz repensar como está vivendo sua vida e tomar certas decisões. Jack por outro lado é o cara charmoso e misterioso, do qual Emma não sabe nada além do que leu em algumas revistas, mesmo assim a atração entre ambos é notável.

Os relacionamentos são uma batalha. São um jogo de xadrez. E o que eu fiz? Simplesmente joguei todas as minhas peças no tabuleiro ao mesmo tempo.

Ao contrário do que Emma poderia imaginar, Jack se lembra de cada detalhe de suas histórias contadas no avião, e reconhece cada personagem de suas histórias. Durante quase todo o livro ele solta comentários sobre as coisas que ouviu, mas só Emma é capaz de entender, e cada comentário a deixa mais angustiada.

Emma é uma mulher inteligente, linda, divertida e um tanto insegura que passou por várias profissões e agora tenta se provar para a família. Na trama conhecemos também suas colegas de apartamento, Lissy, que é uma super amiga e com quem Emma troca confidencias e conselhos e Jemmina, é a uma menina mimada e rica de quem Emma e Lissy pegam roupas, bolsas e sapatos escondido, também podemos dizer uma vaca.

Na família de Emma temos seus pais que pouco entendem ou apoiam a filha. A prima de Emma, sempre competindo com ela, mostrando o quanto é bem sucedida e humilhando a prima, irritante! E a melhor pessoa da família, seu avô, sempre preocupado com a neta e apaixonado pelas barras Panther.

Quando as pessoas que você conheceu e amou por toda a vida começarem a ir embora você vai querer guardar qualquer lembrança. Por menor que seja.

O livro é super divertido, com várias sacadas engraçadas. Emma se mete em várias situações hilariantes, algumas vezes por culpa de suas amigas outras por si mesma. Envolvente, romântico e misterioso, você se apaixona junto com os personagens. Algumas vezes você sofre com a personagem principal e outras tem vontade de gritar com ela.

Um dos melhores livros que eu li esse ano, recomendo seriamente a todos, principalmente se você quer uma leitura leve e divertida.


Nota: Quando comecei a ler o livro li em algum lugar que haveria uma adaptação para o cinema, onde Emma seria interpretada por Kate Hudson, mas nunca aconteceu. Uma pena.

E aí? Já leu? Me conta aí o que achou! Beeijooo!!

10 comentários:

  1. Ah, que pena que a adaptação não rolou. Eu amo os livros da Sophie e adoro essas personagens bem maluquinhas dela. Uma vez comecei a ler esse mas num ebook e parei porque pra mim só rende em livro físico. Parece tãoo engraçado! Quero retomar a leitura <3

    Boa semana!
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei a temática do livro, me interessei bastante <3

    mariasabetudo

    ResponderExcluir
  3. Aaaa que resenha maravilhosa. Acredita que eu comecei a ler esse livro só que parei não sei porque?! Vou colocar ele na listinha
    Beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Confesso que quando começo a ler um livro nunca termino haha mas amo blogs que fazem resenhas de livros,isso deixa o livro ainda mais interessante de se ler. Beijocas <3

    LEH BLOG ? INSTAGRAM ?

    ResponderExcluir
  5. Oi Grazy, tudo bem?
    Adoreeei a resenha! Parece um romance muito divertido.
    Salvei até o nome no Skoob pra não esquecer. ;)
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Sou louca pra ler algum livro da Sophie Kinsella, e a mesma que escreveu Os Delírios de Consumo de Backy Bloom né? Queria muito ler! Pelo filme dá pra ver que é bom, então acredito que esse daí siga a mesma linha. Parece ser divertido mesmo. Gosto de romances assim <3 E já que foi um dos melhores que você leu esse ano, vou adicionar na minha lista de desejos do Skoob.
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olha que bacana o roteiro, me pegou viu! Depois leia meu livro, eu lancei um ebook e botei link no meu blog, procura por "Meu doce remetente"


    Zíper Chique

    ResponderExcluir
  8. Ainda não conhecia esse livro, mas se é divertido de certeza que eu ia amar :D
    Beijos, The Fancy Cats

    ResponderExcluir
  9. Oii Grazy, tudo bem?
    Que resenha maravilhosa, fique super afim de ler a história toda, achei muito interessante.

    Que louco a situação do aviao né, sabe que na passei por algo parecido, estava no onibus porque a realidade da pessoa não é avião Hahaha, e tinha uma moça do meu lado jogando Piano Tiles, eu fiquei vidrada no telefone dela vendo ela jogar e quando ela morreu no jogo eu falei: Ahhh tava indo tão bem, posso tentar?, e ela com aquele medo de colocar o celular na mão de uma desconhecida disse que não podia pq ja ia descer kkkkk, no dia seguinte comecei um curso de marketing e pá... a guria do piano Tiles era uma das professoras do curso kkkkk


    Coisa louca né.
    Beijos
    www.20-primaveras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oii! Primeiro de tudo, eu nunca tinha ouvido falar no termo "chick-lit", aí fui pesquisar o que era e descobri que adoro coisas desse gênero hahah que legal!

    Sobre a resenha, eu adorei! Parece muito bom e divertido, me deixou bastante curiosa. Realmente uma pena que não foi adaptado para o cinema, pois parece o tipo de filme que a maioria das mulheres iria gostar. Vou procurar mais sobre ele!

    Beijos =)

    Letras na Gaveta

    ResponderExcluir

Comente! Mas por favor, não deixe de ler o post. Isso é muito importante.
Você pode deixar o endereço do blog.
Ficarei feliz em retribuir a visita. Volte sempre!
x.o.x.o