segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Resenha: Para Sempre - Os Imortais # 1.

Oie pessoas! Como foram de Natal?? Espero que muito bem. Hoje trago a primeira resenha de livro nesse blog, de Para Sempre – Os Imortais. Ia ser de Férias, mas como demorei muito lendo o livro achei que não sairia como eu queria, então preferi esse pois está fresquinha já que terminei de ler o livro hoje.
Editora: Intrínseca  
Autor: Alyson Noël 
ISBN: 9788598078625  
Ano: 2009  
Número de páginas: 255  
Volume: 1  
Sinopse: Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do iPod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada. 
O livro é narrado e protagonizado por EverEla perdeu seus pais, irmã e sua cadelinha Buttercup em um acidente de carro no qual ela foi a única sobrevivente e acredita ser culpada. Após o acidente Ever vai morar com sua tia Sabine e dá um giro completo em sua vida quando percebe ter adquirido poderes sobrenaturais.
Eu achei o livro muito interessante apesar da delonga para pegar no tranco, e já estou extremamente ansiosa para ler as continuações. A diagramação da capa é linda, do tipo que lhe chama a atenção e implora: leve-me; Além de ser muito bem relacionada com um aspecto especial da história.
Enquanto aos personagens: Achei a Ever meio bobinha e que demorou a cair na real e tomar uma atitude, o que talvez tenha feito a história se arrastar um pouco. Ainda tem muito a evoluir. Em contrapartida sua irmã Riley e seu amigo Miles são bem divertidos, a descontração ficou a cargo deles. A Haven é uma incógnita, muito besta e maleável além da conta. Um fantoche que poderia ser facilmente dispensado. Finalmente Damen. Mistério, amor, paixão, segredos (talvez não os segredos) na dose certa. Tudo ao seu redor parecia... delicioso. Simplesmente encantador. Enquanto a Drina, uma garota meio fútil, porém admirável, os momentos mais tensos e empolgantes (além dos de Damem) eram aqueles em que ela estava presente.
"Começo a olhar em volta. Mesmo sabendo que sim, que amo esse garoto até o último fio de cabelo, com todas as células do corpo e todas as gotas de sangue, que estou fervendo de tanto amor, que o coração só falta explodir, mesmo sabendo de tudo isso não consigo trazer as palavras à boca. Por outro lado, se realmente pode ler meus pensamentos, eu nada preciso dizer. Ele já devia saber." - Ever, pág. 223.
É uma leitura rápida ao chegar a certo ponto do livro você vai querer mais e mais, e quando se dá conta já chegou ao final e a única coisa que você quer é ler logo o próximo. Porque apesar de algumas coisas meio maçantes nos personagens,  a história é intrigante e incrível. E pressupõe-se que no próximo livro tais personagens evoluam de tal forma como a Alisson nos leva a crer nos últimos capítulos.
Vale a pena encarar a leitura, principalmente para aqueles que assim como eu adoram livros sobrenaturais, e mais ainda para aqueles que já não estão tão interessados em vampiros lobisomens, anjos e companhia. Eles não são nada disso, são só...Imortais.
"Como o cimento num muro de tijolos, como a cola na encadernação de um livro, ele tem preenchido todos os espaços vazios de minha vida, mantendo a coesão das partes, a solidez de toda a estrutura. (...) Penso nele, consolada apenas por saber que ele anda por aí em algum lugar - ainda que eu tenha decidido ficar sozinha." - Ever, pág. 236. (muito familiar)
Quero aproveitar e desejar um Feliz Ano Novo para todos vocês. Não pude deixar minha mensagem de Feliz Natal, mas deixou no twitter e no tumblr. Então aqui vai minha mensagem de Ano Novo. Que 2012 seja maravilhoso para todos nós, que nossos sonhos, desejos e objetivos se concretizem e possamos ser muito felizes com isso. Confiar que tudo sairá bem e o que Deus tiver preparado para nós de bom será bem vindo. Grande Beijo e um ótimo 2012. Votos de Felicidade de Grazy Souza.

14 comentários:

  1. o livro parece ser muito legal amiga, o que me deixa meio desanimada pra ler é que tem muitas continuações, e não sei se terei dinheiro pra comprar tudo...
    mas quem sabe mais pra frente né? no momento tô focando em livros que são únicos sabe...

    megaa bjoo e feliz 2012
    ;**

    ResponderExcluir
  2. Esse livro foi muiiiiiito bom, mas o segundo cai um pouco e dizem que a série só vai piorando. Por isso nem me animo de ler o resto :/
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  3. Florzinha, já li essa série até Terra de sombras, e to muito afim de ler a continuação. Diferente de todo mundo, eu literalmente amei e chorei com Lua Azul... e adorei o jeito de escrita de Alyson, mas pelo que eu vejo na maioria dos blogs, é o descontentamento com a série. Talvez pelo tema estar tão saturado no mercado

    ResponderExcluir
  4. Nossa que estranho, jurava que já seguia o seu blog 'Haha. Primeiramente tenho que dizer, adorei o novo visual, ficou super lindo \o/ Tenho que confessar que desisti de ler essa série devido as tantas criticas negativas que li sobre os livros. Porém achei bem bacana sua resenha, talvez quando ler todos os livros que tenho, que não são pouco 'Haha, até compre a série da Alyson Noel.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  5. Oi Grazi!!
    Essa serie prometia muito, mas depois do primeiro os outros dois foram tão ruins que acabei desistindo. Achei muita enrrolação.
    bjs
    Mania de Ler

    ResponderExcluir
  6. Oi, feliz ano novo!
    Esse é o melhor livro da série e se você espera que os personagens amadureçam nas sequências... isso vai demorar um pouco, só em Infinito que eles caem na real HAHAHAHA


    Beijos,
    whosthanny.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Feliz ano novo também :)
    Apesar da sua resenha ter sido ótima, já ouvi tantos comentários negativos da série que vou demorar um tempo para ler esta. Tenho outras prioridades de leitura!
    Mas as capas desses livros são maravilhosas! Me apaixonei por elas desde que vi a primeira vez.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Achei mais alguém que gostou do livro. O que eu via de gente falando mal era brincadeira. Mas ao mesmo tempo é um pouco fraquinho podia ter mais. Mas eu gosto. Contraditório não????

    Adorei a resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Você me visitou há muito tempo atrás e só agora pude retribuir. Mas, mesmo você nem lembrando, obrigada pela visita e comentário. Meu blog 'Um Ponto' está parado, mas vou começar a escrever nele novamente. Sou mais assídua no 'Livros da Vivi', se puder conhecer também, passe lá.
    Parabéns pelo blog!

    Ainda não li a série 'Os imortais', mas tenho vontade. Conheci a Alyson na Bienal do Rio e ela é um AMOR de pessoa.
    Beijos,
    Vivi

    http://umpontoforadacurva.blogspot.com/
    http://livrosdavivi.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Poxa, confesso que não sinto vontade de ler esses livros. Não é bem o estilo que gosto :(
    Mas ficou muito boa a sua resenha, Grazy.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  11. Que bom que você gostou da história, descrevendo-a como "incrível" porque eu já tenho quase todos os livros da série (acho que faltam só 2), mas ainda nem li o primeiro. Só compro pelas capas, que acho lindas. UHASUAHSA.
    Acho que o primeiro volume das séries é sempre meio devagar pra pegar no tranco, né? Mas ouvi dizer que os próximos livros são melhores :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Boa noite! =D
    Você visitou o meu blog a algum tempo atrás e deixou um comentário super fofo. Hoje vim retribuir a sua visita e agradecer.
    Gostei muito do seu blog. O layout super organizado e sereno me conquistaram. Gostei também da forma como você escreve e da escolha do tema dos posts. Meus parabéns, o seu blog está lindo e tem um conteúdo muito bom.
    Sobre esse post eu gostei da sua sinceridade em falar que o livro enrola um pouco para começar de verdade ou como você disse "pegar no tranco". Gostei também da maneira como você descreveu sua visão sobre as personagens da história.
    Livros são coisas maravilhosos. No momento tenho muitos aqui em casa para ler, por isso estou evitando comprar (hahaha...)!
    Parabéns pelo blog e muitíssimo obrigada pela visita. Até mais e um feliz 2012 pra você! Foi um prazer conhecer o seu trabalho!

    ResponderExcluir
  13. aaaaa eu simplesmente amo esse livro, vou começar a ler o último é o tipo de história que você começa a ler e não consegue parar até saber o que acontece no final né? *-*
    retribuindo a visita õ/ adorei o seu blog querido, to seguindo ♥

    ResponderExcluir
  14. Nunca ouvi falar desse livro, mas pela sua resenha ele parece ser ótimo, depois irei pesquisar mais sobre ele e quem sabe ele não se torna minha leitura mais pra frente. Ultimamente ando numa vibe mais "nacional". Ótima resenha Grazi. Beijos.

    ResponderExcluir

Comente! Mas por favor, não deixe de ler o post. Isso é muito importante.
Você pode deixar o endereço do blog, de preferencia da seguinte forma,
ex: meusantidotos (blogspot) ou meusantidotos (hospedagem), assim evitaremos que o blogger reconheça como spam.
Ficarei feliz em retribuir a visita. Volte sempre.
x.o.x.o